Sábado, 7 de Março de 2009

Reconto da Fábula de La Fontaine

O leão e o rato

 

   Certo dia, ao sair da sua toca, um rato foi cair nas grandes garras de um leão, mas o rei das feras deixou-o ir em liberdade, pois tinha pena do rato e também não tinha fome. O pequeno rato ficou-lhe muito agradecido.

   Um dia, quando o leão ia a entrar numa grande selva cheia de folhas e ramos, foi agarrado por uma grande armadilha que estava armada no chão. O leão ficou apertado nas redes e para se libertar deu muitas voltas e soltou muitos rugidos, fez esforços mas nada o ajudou a libertar-se. O rato, ao ouvir aquele alarido, veio em auxílio do leão. Após ter chegado ao pé dele o rato começou a roer as cordas, até que consegui libertar o leão, pagando assim a dívida que tinha para com ele.

   Com isto, conclui-se que nem sempre se conseguem resolver todos os problemas com a força, mas sim com paciência e que devemos ser agradecidos a quem nos ajuda.

 

Fábio Dias Ricardo                 6ºE    Nº10

publicado por Contador às 14:43
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28


.posts recentes

. CONCURSO "QUEM CONTA UM C...

. O Banqueiro Anarquista

. Amor de perdição

. O Amor de Teresa e Simão

. ...

. O Céu Dentro de Ti

. Reconto de fábula de La F...

. Reconto da Fábula de La F...

. OFICINA DE LÍNGUA PORTUGU...

. ...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Fevereiro 2010

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds